A ciência diz que a pegada descoberta pode ser do bosão de Higgs e, por isso, é do bosão de Higgs.
Mas ainda assim, e apesar da certeza de que a pegada é do bosão de Higgs, a ciência diz que é preciso mais trabalho — e mais dinheiro dos contribuintes — para se ter a certeza de que a pegada é do bosão de Higgs.
A ciência diz que através da combinação de dois tipos de dados diferentes, chegou à conclusão de que a pegada é do bosão de Higgs e com um nível de certeza de “5-sigma” — o que significa que existe uma probabilidade em ≈ 10^7 [1 seguido de 7 zeros] de que a pegada que a ciência viu não apareceria se nãoexistisse o bosão de Higgs. Mas, logo a seguir, a ciência chegou à conclusão de que uma total combinação de dados — e não apenas dos dois tipos diferentes referidos acima — reduziu a probabilidade para “4,9-sigma”, ou seja, ≈ 10^6 [1 seguido de 6 zeros].
O projecto da demanda do ouro alquímico do bosão de Higgs já custou aos cidadãos da Europa bilhões de bilhões de Euros, e agora que a ciência já encontrou a pegada, já se justifica que se gastem muitos mais bilhões de Euros para descobrir se o bosão de Higgs existe mesmo ou se é apenas uma certeza absoluta.
O. Braga | Quarta-feira, 4 Julho 2012 at 5:57 pm | Tags: CientismoHiggspartícula de Higgs | Categorias: A vida custaCiênciaEsta gente votaEuropa | URL:http://wp.me/p2jQx-cdX