AP – Porque é que o bosão de Higgs recebeu a denominação de “partícula de Deus”?
CF – Uma brincadeira do físico Leon Lederman, que esteve há anos em Portugal a fazer uma palestra na Figueira da Foz. Deu o título de “partícula de Deus” a um livro que escreveu com um jornalista, provavelmente com o objetivo de maximizar as vendas do livro. A palavra pegou, apesar de ser despropositada.
Os físicos não chegaram mais perto de Deus com esta descoberta até porque o papel da física não é a aproximação a uma divindade.
Diz Carlos Fiolhais que "o papel da física não é a aproximação a uma divindade". Mas o que o Carlos Fiolhais não diz é que — a julgar pelo papel desempenhado pelo blogue Rerum Natura em que ele colabora — o papel da ciência tem sido o de tentar provar que não é possível a aproximação a uma divindade.
A ciência pode eventualmente provar ou demonstrar que uma coisa existe ou que um determinado fenómeno faz parte da realidade; mas não pode provar que essa coisa não existe ou que esse fenómeno não faz parte da realidade. Quando a ciência pretende provar que partes da realidade não existem, entra pelo cientismo adentro — que é o que está a acontecer hoje, e mais do que nunca, com a ciência.
Esta entrevista de Carlos Fiolhais ficou guardada em PDF. Tenho boa memória.